Como Participar?


Para participar do Programa peça sempre a Nota Fiscal Paulistana quando utilizar qualquer serviço na Cidade de São Paulo, como o de estacionamentos, academias, escolas particulares, lavanderias, creches, colégios, faculdades, cursos de idiomas, construtoras, conserto de eletrodomésticos, cabeleireiros, hotéis e motéis, oficinas mecânicas, empresas de vigilância e limpeza, dentre outros.

A Cidade de São Paulo tem mais de 730 mil prestadores de serviço. Clique e confira o mais próximo a você.

Quem solicita a Nota Fiscal quando utiliza um serviço na capital recebe parte do imposto pago pelo prestador (ISS - Imposto Sobre Serviço) em forma de crédito para abatimento de até 100% no IPTU ou depósito em conta-corrente ou poupança. Além disso, participa de sorteios mensais de prêmios em dinheiro.

Nota Fiscal de Serviços

O documento fiscal emitido pelos prestadores de serviço, dentro do Programa Nota Fiscal Paulistana, chama-se Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e). Trata-se de um documento eletrônico, emitido e armazenado em sistema próprio da Prefeitura da Cidade de São Paulo, que registra as operações relativas à prestação de serviços na capital. Desta forma, vale lembrar que o Programa da Nota Fiscal Paulistana não deve ser confundido com o da Nota Fiscal Paulista, de responsabilidade do Governo Estadual, que registra operações relativas à circulação de mercadorias: supermercados, lojas, restaurantes etc.

Para se cadastrar no Programa da Nota Fiscal Paulistana, clique aqui.

Placar

Notícias

Prestador de Serviço

Outros Municípios